Seminário Internacional “Novas oportunidades de colaboração entre universidades europeias e latino-americanas”

Nos dias 10 e 11 de novembro se realizará no Palácio de Maldonado o Seminário Internacional "Novas oportunidades de colaboração entre universidades europeias e latino-americanas", organizado pela Universidade de Salamanca

cartel10.11.2016

A Universidade de Salamanca, através do Centro de Estudos Brasileiros e do Instituto de Iberoamérica, organiza o Seminário Internacional “Novas oportunidades de colaboração entre universidades europeias e latino-americanas” que se celebrará no Palácio de Maldonado nos dias 10 e 11 de novembro de 2016. Este Seminário é parte das Atividades do Grupo de Trabalho sobre América Latina do Grupo Coimbra. O Seminário tem como objetivo analisar as novas perspectivas que se abrem para a colaboração entre universidades latino-americanas e europeias no contexto das iniciativas que vêm sendo desenvolvidas para a criação de um Espaço Europeu e Latino-americano de Educação Superior. Igualmente, o Seminário busca relançar a cooperação entre o Grupo Coimbra e o Grupo de Universidades do Grupo Montevideo e propor as bases para a colaboração entre a Unión de Universidades de América Latina (UDUAL) e o Grupo Coimbra. A Universidade de Salamanca ocupa a Vice-presidência do citado Grupo de Trabalho sobre a América Latina, que realizará também sua reunião semestral em Salamanca ao final do referido Seminário. Está confirmada a participação de 20 pesoas que representarão a 17 universidades de toda a Europa, desde Coimbra, em Portugal, a Cracóvia, na Polônia, e desde Bergen, na Noruega, a Bolônia, na Itália, além de especialistas que virão do Brasil, México e Uruguai.

Neste link pode fazer donwload da programação do evento.

Compartir

Relacionado:

A Faculdade de Direito da USAL acolhe a conferência do Sr. D. Luis Roberto Barroso.
Finaliza o III CICSH, edição com mais de 200 participantes.
Álbum de fotos da exposição “Brasil negro, Brasil indígena: fotografía experimental decolonial”, dos fotógrafos brasileiros Antônio Joffily, Ruth Sousa, Nármada Sugasti e Thales Lima.
O congresso internacional analisa o centralismo e a descentralização por ocasião do bicentenário da primeira Constituição do Brasil.
O coordenador do Seminário Permanente de Povos e Culturas Indígenas do CEB participa neste espaço de divulgação e intercâmbio.
Previous
Next