A harpista María Rosa Calvo-Manzano candidata da FCHB a Princesa de Asturias

A Fundação Cultural Hispano-Brasileira apresentou a candidatura da harpista María Rosa Calvo-Manzano aos Prêmios Princesa de Asturias deste ano.

g-Rosa02.05.2015

A Fundação Cultural Hispano-Brasileira apresentou a candidatura da harpista María Rosa Calvo-Manzano aos Prêmios Princesa de Asturias deste ano. Desde seus inícios, María Rosa tem uma brilhante trajetória profissional, já que foi a catedrática mais jovem da história da Espanha e conseguiu numerosos prêmios como o “Lazo Isabel la Católica” e a comenda de Alfonso X entre outros.  A “rainha” da Harpa, que inaugurará o próximo X Festival de Harpa do Rio de Janeiro, atuou na semana passada na Casa do Brasil em Madri, onde interpretou música de maestros espanhóis e brasileiros como Heitor Villalobos. Neste link está disponível um pequena mostra do concerto do dia 28 de abril.

Compartir

Relacionado:

Edimundo Santos, David Tavares e Carlos Mankuzo fizeram vibrar o teatro Juan del Enzina com os distintos ritmos brasileiros.
A atípica temporada de 2020 de BMQS terminou com uma entrevista ao vencedor do concurso de relato breve do CEB, dedicado à Amazônia brasileira.
A mostra, que estará aberta à visitação até 31 de outubro, reúne obras excepcionais salvaguardadas no acervo da Biblioteca Histórica da Universidad de Salamanca.
Álbum fotográfico da inauguração da exposição cartográfica “Grandezas de Brasil en la Biblioteca Histórica de la Universidad de Salamanca”.
Anterior
Próximo