Clarice Lispector, 100 anos de legado inclassificável

Uma mesa redonda online nos aproxima a esta escritora, jornalista e pintora de origem ucraniana, que revolucionou as letras no Brasil.

No próximo 10 de dezembro se celebra o centenário de nascimento de Clarice Lispector, uma das escritoras brasileiras mais importantes do século XX. Por isso, o CEB organiza uma homenagem com uma mesa redonda online que será transmitida ao vivo no próximo 23 de novembro, a partir das 10h00, através das redes sociais.

A mesa redonda, presidida por Antonio Maura, diretor do Instituto Cervantes do Rio de Janeiro e sócio correspondente da Academia Brasileira de Letras, contará com a participação dos professores da Faculdade de Filologia da USAL, Ascensión Rivas Hernández, catedrática de Teoria da Literatura e Literatura Comparada, e Pedro Emanuel Rosa Grincho Serra, catedrático da Área de Filologia Galega e Portuguesa.

Com o título comum de “Clarice Lispector, 100 años de legado inclasificable”, os participantes abordarão os distintos aspectos da vida e da obra desta grande escritora brasileira. A palestra de Antonio Maura se intitula “Clarice Lispector y la Cábala”, uma aproximação à relação da nossa protagonista com a tradição judaica. Ascensión Rivas apresentará uma perspectiva feminina com “Clarice Lispector: arquetipos de mujer”. Finalmente, Pedro Serra oferecerá uma releitura da escritora em “Vanguardia, epifanía, subitaneidad”.

A atividade se realizará na segunda-feira, 23 de novembro, a partir das 10h00, e será transmitida ao vivo através da redes sociais do CEB: facebook e youtube.

Fecha y hora

23/11/2020 10:00 am

Lugar

Online: youtube y facebook

Compartir

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no skype
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Relacionado:

Uma coletânea de artigos que analisam 10 dos melhores filmes espanhóis e brasileiras dos últimos anos.
Uma conferência musicada sobre um dos ritmos carnavalescos mais antigos do Brasil com Nelson Caron.
Anterior
Próximo