Nocturnas de Brasil. Imágenes de las noches brasileñas

O CEB retoma a Residência Artística de Fotografia com a exposição “Nocturnas de Brasil”, de Ricardo Takamura.

No próximo 14 de dezembro, o CEB inaugura a exposição “Nocturnas de Brasil”, do fotógrafo brasileiro Ricardo Takamura. A mostra nos aproxima a um Brasil cheio de belezas naturais, com suas cidades históricas iluminadas pela luz das estrelas, um Brasil rural em movimento contínuo onde, pouco a pouco, as estrelas vão desaparecendo, ofuscadas pela iluminação artificial.

Amante do cinema e da ciência ficção, a noite e as estrelas sempre fascinaram ao autor, que cresceu numa pequena fazenda no interior do estado de São Paulo. Fotografar um Brasil noturno lhe permitiu reviver parte da sua infância, unindo o ingênuo sentimento da exploração infantil à paixão pela fotografia.

Durante anos, Ricardo Takamura percorreu o interior do Brasil, buscando histórias, transformando a escuridão da noite em paisagens cheias de cores, que servem como toque de atenção em relação à contaminação lumínica, o avanço da urbanização no interior do país e o impacto que o excesso de luz tem sobre o meio ambiente. Vivemos numa época na qual milhares de pessoas nascem e crescem sob a luz das grandes cidades, sem a oportunidade de contemplar um céu estrelado. Ali, encobertas pelas luzes das cidades, as estrelas também estão em perigo de extinção.

A exposição estará aberta à visitação na sede do CEB, no Palácio de Maldonado (Plaza de San Benito, 1), de 14 de dezembro a 29 de janeiro de 2021, de segunda a sexta-feira, em horário de 09h00 às 13h30. A atual situação sanitária obriga a reduzir a lotação da sala até um máximo de 4 pessoas na sala.

Fecha y hora

08/03/2021 8:48 am

Fecha de inicio

08/03/2021

Fecha de fin

08/03/2021

Lugar

Palacio de Maldonado

Compartir

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no skype
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Relacionado:

Uma conferência musicada sobre um dos ritmos carnavalescos mais antigos do Brasil com Nelson Caron.
Novo prazo: até 1º de março para matrículas nos níveis B2.1 e C1.2.
Anterior
Próximo