“Sob o domínio de Plínio” de José Cupertino de Freitas Júnior

A ditadura militar brasileira é o contexto de fundo deste relato sobre as, às vezes, difíceis relações familiares.

O vencedor da terceira edição do concurso foi o brasileiro José Cupertino de Freitas Júnior, que com “Sob o domínio de Plínio” nos leva até os terríveis anos da ditadura militar quando a ameaça da prisão ou do exílio pesava sobre aqueles que ousavam desafiar o regime. Uma história familiar, de rancores e disputas, de ódios mal entendidos e mal compreendido, com Plínio Salgado, o pomposo e ultraconservador dirigente do movimento Integralista, como secundário de luxo. A história completa está na obra Brasil, memorias del interior, publicada por Ediciones Ambulantes em 2019 e que está disponível para descarga neste link.

Compartir

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no skype
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Relacionado:

O desafio do desenvolvimento sustentável é o tema da entrevista aos professores da Universidade de Salamanca, Manuel Portillo Rubio e Fernando Silla.
Na tarça-feira, 8 de junho, Rádio USAL realiza um programa ao vivo no Campus Miguel de Unamuno com motivo do fim do curso.
Anterior
Próximo