“Sob o domínio de Plínio” de José Cupertino de Freitas Júnior

A ditadura militar brasileira é o contexto de fundo deste relato sobre as, às vezes, difíceis relações familiares.

O vencedor da terceira edição do concurso foi o brasileiro José Cupertino de Freitas Júnior, que com “Sob o domínio de Plínio” nos leva até os terríveis anos da ditadura militar quando a ameaça da prisão ou do exílio pesava sobre aqueles que ousavam desafiar o regime. Uma história familiar, de rancores e disputas, de ódios mal entendidos e mal compreendido, com Plínio Salgado, o pomposo e ultraconservador dirigente do movimento Integralista, como secundário de luxo. A história completa está na obra Brasil, memorias del interior, publicada por Ediciones Ambulantes em 2019 e que está disponível para descarga neste link.

Compartir

Relacionado:

Duas visitas guiadas para conhecer uma das manifestações culturais mais ricas do Nordeste brasileiro.
Até 29 de fevereiro para apresentar sua candidatura.
A historiadora brasileira Laura de Mello e Souza recebe prêmio em reconhecimento à sua trajetória, escolhida pelo International Commitee of Historical Sciences.
Já está disponível o vídeo com a gravação da representação teatral da obra “El Brasil restituido” de Lope de Vega.
Anterior
Próximo