Ricardo Beliel expõe suas ‘Memórias Sangradas’ em Salamanca

A exposição está aberta à visitação no Palácio de Maldonado até 8 de outubro.

O CEB apresenta “Memórias sangradas”, um novo projeto fotográfico que conta as histórias de 42 personagens contemporâneos e os descendentes da época do cangaço do nordeste do Brasil. O título faz referência à profundidade com que essas peassoas compartilharam suas recordações de forma íntima, recheadas com a tradição da cultural oral do Brasil. Leia a notícia completa em Salamancartvaldia, Europa Press  ou Tribuna Universitaria.

Compartir

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no skype
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Relacionado:

“Dramaturas” oferece apresentações virtuais ao vivo de breves obras de grandes nomes das letras brasileiras.
Anterior
Próximo