Um tremendo programa, com um dos 10 melhores grupos de rock do mundo afora dos EUA.

Formada em Belo Horizonte a princípios dos anos 90 e liderada pela exótica e polifacetada Fernanda Takai, o programa de hoje traz o melhor de uma banda que marcou uma época: Pato Fu. Se algo caracteriza este grupo é a versatilidade, bebericar aqui e ali, movendo-se entre o rock alternativo, a música experimental e as influências eletrônicas, com canções em português, inglês e até em japonês. 

Pato Fu apareceu em setembro de 1992 quando Fernanda Takai, uma mineira de adoção com antepassados japoneses e até então vocalista da banda Fernanda & 3 do Povo, decidiu formar um grupo com dois amigos de uma loja de guitarras onde costumava comprar as cordas para reposição: John Ulhoa e Ricardo Koctus. Decidiram que se chamariam Pato Fu em referência aos quadrinhos de Garfield, nos quais o gato amante da lasanha fazia gato-fu. Para apartar-se um pouco da história original mudaram a primeira letra, e ficaram com um nome tão estranho como a música que fariam mais tarde. Em outubro de 1992, gravaram a primeira demo e a finais do ano já tocavam por toda BH. Chegaram, inclusive, a atuar no festival Rock Brasil, produzido pela rádio 98 FM junto a bandas muito conhecidas como Skank, Paralamas do Sucesso, Barão Vermelho y Titãs.

O seu primeiro disco Rotomusic de Liquidificapum de 1993 passou desapercebido, mas chamou a atenção de Maurício Valadares, coordenador do selo Plug da gravadora BMG, que decidiu contratar o grupo, atraído pela inovação da sua música, as letras complexas e cheias de crítica e, sobretudo o bom humor dos seus integrantes. Assim, em 1995 aparecia Gol de quem?, um disco cheio de versões e revisões de grandes clássicos. Esta vez o sucesso chegou: Pato Fu foi de turnê aos Estados Unidos e substituiu a sua bateria eletrônica por um músico de carne e osso: Xande Tamietti.

O sucesso definitivo chegou com Televisão de cachorro, lançado em 1998, no qual Pato Fu prestava uma homenagem aos amigos de Graforréia Xiarmônica, um grupo de rock alternativo inspirado na Jovem Guarda, do qual grava uma versão de “Nunca diga” do seu primeiro disco. No ano seguinte, era lançado Isopor, considerado um dos 10 melhores discos de rock brasileiro da história. Este trabalho conta com um monte de canções peculiares, por exemplo, “Made in Japan” cantada em japonês ou “Olimpíadas 2000″, composta como tema da Rede Globo para os Jogos Olímpicos de Sydney, e que aparecia como bonustrack só em alguns discos de edição limitada.

Depois de um breve break dedicado a projetos pessoais, Pato Fu reaparece em 2005, com Toda cura para todo mal, com o qual estreiam em selo independente da banda: Rotomusic. Neste disco, voltamos a encontrar um totum revolutum, desde canções movidas pela experimentação como “Simplicidade”, a homenagens a Roberto Carlos e Erasmo Carlos em “Agridoce” ou músicas destinadas diretamente a serem um sucesso radiofônico como a premiada “Anormal”.

Canções do programa:

“Ando Meio Desligado”, do disco “Ruído Rosa” (2001)
“Sobre o tempo”, de “Gol de quem?” (1995)
“Porque te vas” do álbum “Tem mas acabou” (1996)
“Canção para você viver mais”, do disco “Televisão de cachorro” (1998)
“Sorria, Você Está Sendo Filmado”, de “Ruído Rosa” (2001)
“Perdendo Dentes” do álbum “Isopor” (1999)
“Anormal”, de “Toda cura para todo mal” (2005)
“Diz que fui por aí” de “Onde brilhem os olhos seus” (2007). Fernanda Takai. Tributo a Nara Leão
”Love me tender” do disco “Música de brinquedo” (2010)
”Cego para as cores”, de “Não para para pensar” (2014)

Referências: 

Site de Fernanda Takai

Página oficial de Pato Fu.

Facebook oficial da banda.

Compartir

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no skype
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Relacionado:

Em colaboração com o Museu da Vida, apresentamos a troça carnavalesca pernambucana dedicada à divulgação científica.
A segunda parte da biografia de um dos médicos e pesquisadores brasileiros mais destacados do século XX.
Anterior
Próximo