Os filhos da terra do sol

Catálogo da exposição de Raquel Araújo, selecionado no programa Residência Artística de Fotografia 2016.

Este bonito catálogo com fotografias de Raquel Araújo e textos de Laís Santos é um dos projetos selecionados no programa de Residência Artística de Fotografia do CEB em 2016.

No Brasil, o Tambor de Crioula tem um forte aspecto atemporal, porque apesar da rápida transformação tecnológica, tanto o modo de produção dos tambores, como a própria dança em si, foram preservados ao longo das décadas. Apesar de ser classificado meramente como uma “dança”, tem conexão histórica com os terreiros de candomblé e umbanda e traz desses espaços uma série de elementos religiosos.

O Tambor de Crioula Filhos do Sol se reúne no Passeio Público, a praça mais antiga de Fortaleza, Ceará. A cidade é conhecida popularmente como “Terra do Sol”, titularidade que inspirou o nome do grupo. Formado por jovens que mantém contato constante com o tradicional Tambor da Casa de Mestre Amaral, no Maranhão, os Filhos do Sol reúnem-se semanalmente em diferentes locais públicos da cidade, onde ganham visibilidade e reconhecimento no agitado espaço urbano

a fotografia em preto e branco é uma escolha estética que nos permite fazer esse contato com as tradições afro-brasileiras, nos remetendo ao passado ao mesmo tempo em que o presente se impõe no quadro. A fotografia aqui tem o objetivo mais etnográfico do que artístico. A colaboração de Laís Santos na descrição dessa “brincadeira”, como ela mesma chama, é um elemento descritivo essencial.

Baixe o catálogo em pdf neste link ou acessá-lo na plataforma ISSU.

Compartir

Relacionado:

O encontro aconteceu na Reitoria da Universidade de Salamanca.
O programa do CEB na Rádio USAL conversa com Marcos Vieira, um dos fotógrafos selecionados no programa de Residência Artística de Fotografia 2022.
Um programa destinado a facilitar a tradução e divulgação de obras brasileiras no exterior, que este ano conta com uma seção especial dedicada a
A mostra estará aberta à visitação até 12 de maio no hall da Faculdade de Economia e Empresa, Filosofia e Ciências Sociais da USAL.
Anterior
Próximo