O papel das grandes corporações entre desenvolvimento e crimes ambientais

Pesquisadores espanhóis discutem o papel das grandes corporações no binômio desenvolvimento e crimes ambientais.

A professora da Universidad de Salamanca (Espanha), Ana Pérez Cepeda, e o professor Alejandro Luis de Pablo, da Universidad de Valladolid (Espanha), formaram parte da mesa “A responsabilidade das grandes corporações nas políticas de desenvolvimento e nos crimes ambientais”, coordenada pelo professor Fernando Navarro Cardoso, da Universida de Las Palmas de Gran Canaria (Espanha).

O objetivo principal desta mesa era dar visibilidade ao contraste entre a proteção ao meio ambiente e o desenvolvimento econômico na Amazônia. A reflexão compartilhada pelos membros da mesa referenciava os interesses econômicos das grandes empresas no pulmão do planeta, interesses esses que prevalecem sobre as consequências da destruição do meio ambiente, justamente derivadas desses interesses econômicos. O debate se articulou em torno da responsabilidade penal das empresas internacionais em violar o direito humano a viver em um meio ambiente saudável.

Esta mesa redonda foi parte da programação do seminário internacional “Reflexões políticas e jurídicas sobre a proteção do meio ambiente e as políticas de desenvolvimento na Amazônia”, organizado pelo Centro de Estudos Brasileiros da Universidad de Salamanca, entre os meses de maio e junho de 2021.

Assista o debate no vídeo abaixo.

Compartir

Relacionado:

O vencedor da sexta edição do concurso é Mario Daniel Martín, com o texto “Oráculo inverso”, um surpreendente relato sobre o destino histórico.
A nova edição tem como tema uma das maiores expressões culturais brasileiras: o samba.
Do dia 26 de julho até o dia 7 de agosto de 2022 está aberta a inscrição para a participação no Celpe-Bras 2022.
Anterior
Próximo