A fotografia brasileira em debate na Revista de Estudios Brasileños

Três artigos abordam distintos aspectos desta forma de expressão, entre a arte, a informação e a história.

Não é nenhum segredo que a promoção da fotografia brasileira em Espanha foi sempre um dos objetivos do CEB e da Universidade de Salamanca. Como exemplo, está o programa de Residência Artística de Fotografia que, desde 2014, permite a autores contemporâneos brasileiros divulgarem um que muitas vezes transcende o meramente artístico, indo além, passando pela denúncia política, social e meio ambiental. No número 8, de 2017, a REB toma parte nesta iniciativa e um dossiê temático, coordenado pelos professores Charles Monteiro (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul) e Pablo Rey (Universidade Pontifícia de Salamanca), à fotografia brasileira. Neste interessante número podemos encontrar trabalhos como o de Ivaldo Gonçalves de Lima sobre a obra de Alair Gomes; o de Erika Zerwes e Eduardo Costa que abordam a institucionalização da fotografia brasileira e o interessantíssimo artigo assinado por Marcos Felipe de Brum Lopes, Ana Maria Mauad e Mariana Muaze sobre as práticas fotográficas no Brasil contemporâneo. Leia o conteúdo completo da Revista neste link.

Compartir

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no skype
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Relacionado:

“Reflexões políticas e jurídicas sobre a proteção do meio ambiente e as políticas de desenvolvimento na Amazônia” é o tírulo do evento.
Antonio Maura, diretor do Instituto Cervantes do Rio de Janeiro e sócio corresponsal da ABL, foi o responsável por ministrar a conferência de inauguração,
Sumissão de entrevistas para a REB até 31 de maio de 2021.
Anterior
Próximo