Itinerários hispânicos de Gilberto Freyre

Uma exposição fotográfica sobre a passagem do sociólogo pernambucano por diferentes cidades espanholas.

Em 26 de fevereiro de 2020, o CEB inaugurou a exposição “Itinerários hispânicos de Gilberto Freyre”, com textos de Pablo González Velasco (USAL) e imagens e documentos proporcionados pela Fundação Gilberto Freyre (Brasil) e pelo Arquivo Histórico da Universidade de Salamanca.

Os itinerários hispânicos de Gilberto Freyre são os percursos realizados pelo autor, em sua genealogia familiar, suas viagens, sua formação e ideário. Uns itinerários transoceânicos, de ida e volta, que seus leitores também percorrem através da interpretação de sua obra e sua biografia.

O catedrático da Universidade de Salamanca e prefeito da cidade, Alberto Navarro González, amigo do antropólogo brasileiro, deixou escrito que Espanha e a universidade espanhola estavam em dívida com Gilberto Freyre por sua enorme contribuição para visualizar e estreitar os laços culturais entre o Brasil e a Espanha. Esta exposição, parte do I Congresso Internacional de Ciências Sociais e Humanas. A obra de Gilberto Freyre nas Ciências Sociais e Humanas na contemporaneidade, salda de alguma forma a dívida espanhola e salmantina com o antropólogo brasileiro.

Asista a reportagem produzida pela Televisão USAL neste link.

Compartir

Relacionado:

O encontro aconteceu na Reitoria da Universidade de Salamanca.
O programa do CEB na Rádio USAL conversa com Marcos Vieira, um dos fotógrafos selecionados no programa de Residência Artística de Fotografia 2022.
Um programa destinado a facilitar a tradução e divulgação de obras brasileiras no exterior, que este ano conta com uma seção especial dedicada a
A mostra estará aberta à visitação até 12 de maio no hall da Faculdade de Economia e Empresa, Filosofia e Ciências Sociais da USAL.
Anterior
Próximo