Voces Amazônicas

Uma entrevista com o Defensor Público do estado do Pará, Johny Fernandes Giffoni.

No próximo 14 de abril, às 19h00 horas, o CEB e o Instituto Peabiru apresentam uma nova entrega de Vozes amazônicas, um ciclo de conferências e entrevistas online que começou no mês de março com a participação da liderança quilombola Raimundo Magno Nascimento.  Pode assitir ao vídeo “Vozes Amazôicas I” neste link.

O projeto tem como objetivo dar protagonismo aos diferentes grupos sociais e às principais agendas contemporâneas da Amazônia brasileira. Nesta segunda entrega, João Meirelles, diretor do Instituto Peabiru, entrevistará Johny Fernandes Giffoni, Defensor Público do estado do Pará (Brasil), e serão tratados temas como a construção do direito à natureza no Brasil, os direitos dos povos tradicionais e os princípios da ONU dos direitos humanos.

Johny Fernandes Giffoni

Defensor Público do estado do Pará, o entrevistado é doutorando em Direitos Humanos pela Universidade Federal do Pará (PPGD-UFPA), e a sua linha de pesquisa é sobre os Direitos Sócio-ambientais. Giffoni é mestre em Direitos Humanos pela mesma instituição (PPGD-UFPA), assesor voluntário de CÁRITAS (Cáritas Brasileira Regional Norte II), do OLMA (Observatório Nacional de Justiça Socioambiental Luciano Mendes de Almeida) e do CAC (Centro Alternativo de Cultura Padre Freddy). Além disso, é pesquisador colaborador do Observatório de Protocolos Comunitários de Consulta e Consentimento Livre, Prévio e Informado: direitos territoriais, autodeterminação e jusdiversidade. Igualmente, é autor de vários textos e pesquisas sobre a Amazônia, o Direito da Natureza e dos Povos e Comunidades Tradicionais, centrado no direito fundamental dos povos tradicionais à Consulta e Consentimento Livre, Prévio e Informado (CCPLI).

A entrevista será emitida ao vivo, de forma gratuita, através das redes sociais do CEB: Facebook e Youtube.

Fecha y hora

14/04/2021 7:00 pm

Fecha de inicio

14/04/2021

Fecha de fin

14/04/2021

Compartir

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no skype
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Relacionado:

A vida cotidiana das populações originárias do alto Xingú (Mato Grosso, Brasil), como forma de reivindicar um estilo de vida em risco de extinção.
Uma mostra que pretende despertar consciências, de forma didática, sobre a importância de preservar os ecossistemas para as futuras gerações.
Um curso de especialização, destinado a pós- doutorandos, e realizado em modalidad on-line, em colaboração com a Faculdade Instituto Rio de Janeiro.
João Meirelles entrevista Mayra Castro, advogada e especialista em relações internacionais.
Anterior
Próximo