Seminário sobre a Amazônia e o meio ambiente

Um curso online sobre diversos aspectos políticos e jurídicos vinculados ao desenvolvimento desta importante região.

Com o título de “Reflexões políticas e jurídicas sobre a proteção do meio ambiente e as políticas de desenvolvimento na Amazônia”, o CEB e a Fundação Cultural Hispano-Brasileira, organizam um seminário internacional, para abordar alguns dos problemas atuais desta extensa região.

O curso, ministrado em modalidade online, apresenta um formato original. Às terças-feiras, de 4 de maio a 1º de junho, será emitida ao vivo através das redes sociais (Facebook e Youtube), duas mesas redondas formadas por especialistas que tratarão de questões da atualidade: a reação do direito diante das grandes catástrofes ambientais; a responsabilidade das grandes corporações nas políticas de desenvolvimento e conceitos como “ecocidio” e “ecocrimes”, sem esquecer os novos problemas da Amazônia como consequência da pandemia de Covid-19.

O seminário é gratuito e as pessoas interessadas em receber um certificado de assistência devem realizar a inscrição através deste formulário.

Amazônia, uma realidade complexa

O bioma Amazônia, que se estende por nove países americanos, especialmente o Brasil, nos últimos anos, vem ganhando um significado especial a nível global. A necessidade de abordar internacionalmente o aquecimento do planeta, nos conduz à obrigação de preservar os bosques e florestas tropicais e, sobre tudo, o maior entre eles, a Amazônia.

A Amazônia não é um espaço vazio, mas sim está povoado por povos indígenas, com cultura própria e muito vinculada à manutenção das condições do meio ambiente.

Assim, desde finais do século XIX, as matérias-primas da Amazônia, sua fauna e flora, minerais, recursos hidrológicos etc. são objeto da política desenvolvimentista de muitos governos brasileiros, incluindo o atual. A estes objetivos econômicos e, em boa parte vinculados a eles, destacamos que as políticas de neocolonização dos conhecidos como povos originários com conteúdos inaceitáveis, que lesionam os Direitos reconhecidos nas declarações internacionais.

A tensão entre o meio ambiente, direitos dos povos indígenas e políticas de desenvolvimento econômico, com consequências de caráter global, que vão mais além das fronteiras brasileiras, tem como resultado a tensão entre soberania nacional e interesses internacionais. Esta situação não pode ser ignorada e tem que ser objeto de estudo e discussão. A Fundação Cultural Hispano-Brasileira, com o apoio do CEB e da Universidade de Salamanca, propõe um debate neste sentido, com intervenções que aboradão em tema complexo e de difícil solução.

Programa e matrícula

Consulta aqui o programa completo das conferências e inscreva-se.

Fecha y hora

04/05/2021 4:00 pm

Fecha de inicio

04/05/2021

Fecha de fin

01/06/2021

Lugar

Facebook y Youtube

Compartir

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no skype
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Relacionado:

Uma entrevista com o Defensor Público do estado do Pará, Johny Fernandes Giffoni.
Um ciclo de entrevistas realizado em colaboração com o Instituto Peabiru, de Belém do Pará (Brasil).
Novo prazo: até 1º de março para matrículas nos níveis B2.1 e C1.2.
Anterior
Próximo