Exposición: Visibilidad trans

Uma mostra que reúne as vivências de 12 pessoas trans na Espanha, com a idea de promover a igualdade, a inclusão e o bem-estar da população trans.

No próximo 13 janeiro, o CEB inaugura a exposição interativa “Visibilidade trans”, um projeto de Sarah Freitas, Billie Gunz, Angélica Silva e Leonam Cunha.

Objetivo Campus Sustentáveis

Em março de 2021, o Serviço de Assuntos Sociais da Universidade de Salamanca (SAS), lançou a chamada “Objetivo Campus Sustentáveis”, para estimular o envolvimento da comunidade universitária na defesa e garantia da inclusão, a diversidade, os direitos humanos e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Foram selecionados em total 30 projetos, desenhados e executados por 87 estudantes de graduação, máster e doutorado dos campus de Salamanca, Ávila e Béjar, divididos em três grandes categorias: Justiça Social (16 propostas); Justiça Ambiental (11 propostas) e Desenvolvimento Econômico (3 propostas). 

Os projetos selecionados foram financiados integralmente pela Universidade de Salamanca e contaram com a orientação de pessoal docente, de pesquisa e pessoal de administração e serviços, em função da temática do projeto. O prazo para o seu desenvolvimento terminou em 31 de otubro, e foram premiados os melhores projetos de cada categoria.

Visibilidade trans

Trata-se de uma proposta de comunicação, difusão e educação que busca promover a igualdade, a inclusão, bem-estar e saúde da população trans. Ainda assim, pretende sensibilizar e estimular a participação cidadã e a criação de redes de apoio entorno de uma população em risco de esclusão social. 

O projeto consiste numa exposição fotográfica de temática biográfica de pessoas trans com certa visibilidade social, dados sobre a realidade das pessoas trans na Espanha e na Europa e informação que busca conscientizar sobre a importância de estabelecer um marco jurídico que garanta a igualdade das pessoas trans, especialmente, das personas trans migrantes. 

A mostra reúne as vivências de 12 pessoas trans em Espanha, que contam quem são e quais são as suas expectativas de uma sociedade inclusiva. 12 rostos e histórias diferentes, homens e mulheres trans, adultos trans, migrantes trans, que relatam as suas experiências de vida a partir de uma perspectiva positiva até o lado mais escuro de uma transfobia estrutural que nos afeta a todos em partes iguais. Cada pessoa, cada rosto, nos conta uma história distinta e nos leva a concluir que ainda temos um longo caminho por diante até consolidar a igualdade real e efetiva para as pessoas trans.

Visibilidade trans foi apresentado na categoria Justiça Social por Sarah Freitas, estudante de graduação em Direito da Universidade de Salamanca, em representação do grupo de trabalho formado por Billie Gunz, homem trans, estudante de Medicina na Universidade de Salamanca e um dos fundadores de CASAT, a primeira casa de acolhimento trans em Portugal; Angélica Silva, jornalista, feminista transinclusiva e Leonam Cunha, advogado, poeta, doutor em Direito pela USAL e especialista em Direito comparado sobre realidades trans na Espanha e na América Latina.

Para conhecer mais sobre o projeto, visite o seu perfil no Instagram: @visibilidadtransusal

A inauguração da exposição será na quinta-feira, 13 de janeiro, às 12h00 e contará com a presença da diretora do SAS, Ana Belén Sánchez García e da Psicóloga do SAS, Casandra Pablos Gabriel, do diretor do CEB, o Prof. Ignacio Berdugo, além dos organizadores da exposição, Sarah Freitas e Billie Guns.

A exposição estará aberta a visitação no CEB (Plaza de San Benito, 1. Salamanca) de 13 de janeiro a 11 de fevereiro, de segunda a sexta-feira, de 9h00 às 14h00. A entrada é livre, respeitando sempre as medidas de segurança.

Fecha y hora

13/01/2022 12:00 am

Fecha de inicio

13/01/2022

Fecha de fin

11/02/2022

Compartir

Relacionado:

A exposição traz fotografias com uma grande complexidade técnica e está dedicada a um dos rituais religiosos mais importantes do povo Kariri-Xocó.
O Palácio de Maldonado acolhe uma iniciativa de Cáritas Diocesana de Salamanca que une cultura e solidariedade a favor dos mais vulneráveis.
O volume reúne os trabalhos de importantes brasilenistas de ambos os lados do Atlântico sobre a obra da vencedora do Prêmio Princesa de Asturias
A Filmoteca de Castilla y León acolhe novamente o NOVOCINE, a mostra de cinema brasileiro mais importante do país.
Um curso orientado a profissionais interessados em aprofundar em temas atuales do Direito espanhol em perspectiva comparada.
Anterior
Próximo