Linhas temáticas

Linha 1: A presença andalusí (mourisco na terminologia de Freyre), sefardita e os “Orientes”. Patriarcalismo, hiperssexualização da morenidade e outras causas da mestiçagem na obra de Freyre.

Linha 2: Hispanotropicologia: vínculos culturais entre o Brasil e a Espanha.

Linha 3: Iberismos na obra de Gilberto Freyre. A sua relação com a Espanha e com autores espanhóis (Ortega y Gasset, Unamuno, Ganivet, Julián Marías, Francisco Ayala, etc.).

Linha 4: A obra de Gilberto Freyre no âmbito das Ciências Sociais e Humanas contemporâneas.

Linha 5: La marca da obra de Gilberto Freyre na formação social e cultural do Brasil contemporâneo.

Linha 6: Conceitos “freyrianos” e sua crítica: democracia racial, multiculturalismo, iberismo, hispanismo, latino-americanismo, relações entre as Américas e diversidade cultural do continente.