O programa do CEB na Rádio Universidade vem dedicando várias entregas a diferentes temas sobre a Amazônia brasileira. Clica aqui para escutar os podcasts.

Ao longo das últimas temporadas, o BMQS entrevistou professores e figuras vinculadas diretamente com a Amazônia para dar visibilidade a alguns dos problemas e desafíos que a região e suas populações enfrentam. Em dezembro de 2017, entrevistamos Sabrina Bogado, jornalista, diretora de cinema e televisão e ativista ambiental, que apresentou o seu último trabalho: “Amazônia INC -Sociedades anônimas“. O documentário trata sobre temas como a exploração desenfreada da floresta amazônica e a luta dos diversos grupos humanos que habitam a região (indígenas, ribeirinhos, quilombolas…) para manter o seu estilo de vida frente as investidas das grandes multinacionais e o descaso do governo brasileiro. Uma entrevista que nesse contexto de câmbio climático, lutas sociais e o desaparecimento de ecossistemas completos, continua sendo atual. Escute o podcast da emissão neste link.

2019: o ano da Amazônia

Em 2019, a Amazônia protagonizou várias emissões. Em fevereiro, entrevistamos o pesquisador Adalberto Luis Val, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Na entrevista foram abordados os problemas que ameaçam o bioma amazônico, um dos mais ricos e diversos do planeta e também dos mais ameaçados. Como alcançar um desenvolvimento sustentável para os 35 milhões de habitantes da região, a exploração dos bens da natureza, mas ao mesmo tempo preservar a floresta para o futuro: esse é o desafío que enfrentamos. Um programa para todos os amantes da natureza, que está disponível aqui.

No mês de março, entrevistamos a ex-reitora da Universidade Federal do Oeste do Pará, Raimunda Monteiro, sobre os desafíos que o “pulmão verde do planeta” enfrenta. O podcast está disponível  neste link!

Finalmente, no mês de maio entrevistamos a professora Camila Lourerio, da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP, São Paulo, Brasil), sobre o tema das terras indígenas. A terras que pertenecem às comunidades indígenas ocupam aproximadamente 13% do território brasileiro (uns 1,5 milhões de quilômetros quadrados), quase todas a região da Amazônia. Além disso, o território alberga uma incrível biodiversidade, de riqueza biológica inestimável, ademais de gás, petróleo e minerais. Porém, uma parte importante desse território está localizado no caminho da expansão da exploração de gado e frequentemente se escuta a frase “há muita terra para pocos indíos”, afirmação que expressa uma ideia fortemente arraigada de que os povos indígenas são um obstáculo para o desenvolvimento da  região e uma ameaça à soberania do país. Sobre isso e muito mais, Camila Dias nos explica a realidade da região e dos povos indígenas. Para escutar o podcast, clique neste link.

O mais recente de BMQS

A Amazônia segue de atualidade e os últimos programas do BioBrasil falaram de dois grandes defensores da região: Chico Mendes y Marina Silva.

Compartir

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no skype
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Relacionado:

“Dramaturas” oferece apresentações virtuais ao vivo de breves obras de grandes nomes das letras brasileiras.
Anterior
Próximo